Às pessoas que se perguntam o porquê daquela ou outra situação

Hoje, após um cardio em jejum de 10 minutos, enquanto me encontrava no banho (acreditem os melhores pensamentos surgem perto de água) pensava à quanto tempo eu tinha deixado de andar de bicicleta e nadar com alguma regularidade, mais ou menos 11 anos,  surgiu a minha doença. Apesar de ter uma dieta mediterrânea, como é típico nos países a sul da Europa, podia cometer alguns excessos, como já venho a fazer referência os excessos são o que fazem mal, a doença surgiu.
Mas hoje consigo perceber uma coisa, com o exercício físico sentimo-nos bem, capazes de tudo, parece que os nossos yin e yang estão bem controlados e em conformidade um com o outro. Isto porque, quando fazemos algum tipo de exercício desenvolvemos a hormona da felicidade, e tudo nos parece bem. Como costumo dizer: o mundo é cor de rosa bebé e com balões azuis com pintinhas brancas, ou seja, o mundo é maravilhoso.
Mas o que acontece é apenas que a hormona da felicidade substitui ou elimina a hormona do stress que é aquela que tanto mal causa do ser humano. Que origina tudo aquilo que não se gosta, como cancro doenças crônicas, na origem menos menos boa, ou a irritação, o mau humor, e tudo o que acontece à volta parece ser o pior cenário possível.
Então para que isso não aconteça, saía do sofá, corra, ande, ou pratique qualquer outro tipo de exercício, mas mova-se pelo bem de todos e principalmente pelo seu.

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Experiência kefir

Sacada do dia

Comunicado às senhoras