Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2017

Sintonia

Há coisa de um ano conheci um homem, digo homem pois se disser rapaz ficam a pensar num miúdo com cerca de 20 anos, mas para mim é um rapaz. É uma pessoa incrível. Mostrou-me o que é estar em sintonia com outra pessoa. Não sou capaz de falar nele sem sorrir. É engraçado isto da sintonia, sabem? É engraçado quando começamos a escrever algo e a pessoa responde ou nos respondermos a algo que a pessoa está a escrever. Digo escrever pois falámos por horas, dias, semanas, meses, no messenger, até nos conhecermos. Foi quando conheci a pessoa ao vivo uma vez que já tínhamos falado no messenger via vídeo chamada. Nesse dia foi tudo tão incrível e se estávamos sempre em sintonia mesmo com um mar pelo meio quando nos vimos quase não era preciso falar parecia que só com o olhar dizíamos tudo.
Os estudos da parapsicologia dizem que, numa outra vida, já nos conhecemos. É assustador quando se passa por uma situação assim. Posso dizer que nem com o meu irmão eu tive uma experiência assim.
Adoro-o. …
Por vezes dizemos que em lugares inóspitos nada acontece, não se consegue viver quanto mais criar vida aí? Mas é possível, a semente mais forte consegue germinar e crescer nesse sítio. No filme karatékid, não me lembro no qual episódio, o miúdo vai buscar um bonsai que nasceu num penhasco, um sítio inóspito.
Desde que tenho a ileostomia e venho a reparar que num lugar que está tapado com uma placa e um saco, a única vez que a pele respira  é no exato momento em que a mudança de placa é efetuada. É nesse momento que reparo que nesse lugar inóspito nasce pêlos. Os mais resistentes, os mais fortes continuam tentando. Não são muitos, mas são os suficientes para me dizerem para não desistir.
Posso dizer que não desisti de viver de correr atrás dos meus sonhos e um deles está quase realizado. Mas há decisões a serem tomadas agora que a operação final se aproxima.
Quando criei o blog foi com o intuito de ajudar as pessoas que estavam, estão e estarão a passar pelo mesmo que eu. Num dos po…

Às pessoas que se perguntam o porquê daquela ou outra situação

Hoje, após um cardio em jejum de 10 minutos, enquanto me encontrava no banho (acreditem os melhores pensamentos surgem perto de água) pensava à quanto tempo eu tinha deixado de andar de bicicleta e nadar com alguma regularidade, mais ou menos 11 anos,  surgiu a minha doença. Apesar de ter uma dieta mediterrânea, como é típico nos países a sul da Europa, podia cometer alguns excessos, como já venho a fazer referência os excessos são o que fazem mal, a doença surgiu.
Mas hoje consigo perceber uma coisa, com o exercício físico sentimo-nos bem, capazes de tudo, parece que os nossos yin e yang estão bem controlados e em conformidade um com o outro. Isto porque, quando fazemos algum tipo de exercício desenvolvemos a hormona da felicidade, e tudo nos parece bem. Como costumo dizer: o mundo é cor de rosa bebé e com balões azuis com pintinhas brancas, ou seja, o mundo é maravilhoso.
Mas o que acontece é apenas que a hormona da felicidade substitui ou elimina a hormona do stress que é aquela q…