1°Internamento

Quando fui para o quarto de operados na cirurgia 1, eu estava na cirurgia 2, eu nem podia olhar para mim tinha ficado com um estoma (parte do intestino que se puxa para fora da pele) do tamanho da cabeça de uma hortense é só com o que eu consigo comparar. Tinha um cateter central (no pescoço) onde tinha uma bombinha milagrosa que me tirava as dores de estômago. Só que na primeira noite eu abusei e comecei a sentir-me mal (com suores e toda transpirada(obrigada ao enfermeiro que esteve comigo nessa noite porque foi muito importante)). Mas assim que cheguei ao quarto nessa tarde da operação não podia ter melhor receção tinha o meu pai e a minha mãe entre outras pessoas à minha espera, foi muito bom.
Passei aí mais alguns dias, comecei a ingerir os chás, tirei a sonda e quando fui para o quarto na cirurgia 2 já ia mais forte.
Numas das visitas de médicos, isto é, os médicos vão todos com o director da cirurgia explicar o que cada doente tem, acontecem com alguma regularidade na cirurgia 2, eu não deixei o meu primeiro cirurgião falar. Só me lembro dele a tapar a boca com a mão direita a sorrir e os olhos a brilharem (poderia jurar que até estava admirado comigo).
Passou-se umas duas semanas após a cirurgia da colostomia e quando o médico falou na alta eu fiquei aliviada e ao mesmo tempo com medo do mundo cá fora que me esperava. Na cirurgia 2 eu aprendi a mudar a placa e o saco deram-me um quite com tudo o que precisava para me iniciar na vida com a colostomia.
Aos meninos da cirurgia 2 que eu tenho muito que agradecer pelo apoio carinho e atenção que eu sei que muitas vezes devem ter perdido a cabeça comigo por eu ser tão chata a VOCÊS O MEU MUITO GRANDE OBRIGADO!
Nesta foto podem ver que quando fui operada fiquei com um dreno para drenar o absesso. Ficando imobilizada na cama, só saía para ir ao banho. Fiquei assim por uns dias. Escusado será dizer que perdi quase que por completo as forças das pernas.

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Experiência kefir

Sacada do dia

Comunicado às senhoras